Notícias:

02

Julho

Startup de vinhos aposta em tecnologia Bag-In-Box para impulsionar consumo

Em parceria com a cooperativa Vinícola São João, a Fabenne desenvolveu a embalagem ecológica que contém três litros de vinho e preserva a qualidade do produto por até um mês depois de aberto. Hoje, a empresa disponibiliza três varietais: Cabernet Sauvignon (tinto), Moscato Giallo (branco) e Rosé (com uvas Malvasia e Cabernet Sauvignon). 

Ainda pouco conhecida no Brasil, a tecnologia bag-in-box é uma realidade em países como EUA, França, Portugal e Austrália, por exemplo. As principais vantagens desse formato são a manutenção da qualidade do vinho por até 30 dias depois de aberto, além de uma excelente relação custo e benefício. 

"O vinho em caixa chega a ser 50% mais econômico do que vinhos finos em garrafa da mesma qualidade. Queremos mostrar ao brasileiro que vinho é uma bebida para ser consumida no dia-a-dia e que não é preciso regras ou ocasião para aproveitar um copo ou uma boa taça de Fabenne", explica o CEO e cofundador da startup, Adriano Santucci. 

O formato bag-in-box conserva o vinho a vácuo, o que garante a qualidade dias depois de aberto. Apenas uma caixa de Fabenne equivale o que corresponde há 4 garrafas de vinho ou 20 taças da bebida. A "caixinha" facilita todo o processo de manuseio e armazenagem do produto, por não envolver vidro, oferece economia em valor e tempo de serviço para o consumidor. 

 

 

 

 

 

Vídeos do YouTube:

Confira nosso canal

Parceiros:

Parceiros de mídia:

Hotel Oficial:

Montadora:

Realização: